Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor



currently-reading


goodreads.com



Opinião | Deixa Lá

por Alexandra, em 30.12.16

deixalá (1).jpg

Título: Deixa Lá

Autor: Edward St. Aubyn

Editora: Sextante

 

A segunda e, infelizmente, última leitura (pensei que iria ter um período natalício mais descansado, mas foi exactamente o oposto) para a Maratona Literária Fusão foi Deixa Lá, de Edward St. Aubyn, para a categoria O Natal é das crianças. Um livro com uma criança/adolescente como protagonista. Curiosamente, a maior parte deste livro nem é dedicada a Patrick Melrose, de cinco anos.

 

Deixa Lá, a primeira parte deste quinteto sabe a pouco. Só ao fim de 70 páginas é que acontece algo que nos chama a atenção e serve de mote para continuar a lê-lo, terminando na página 134. Serve, sobretudo, para introduzir os personagens que, provavelmente, estarão presentes nesta série de 5 livros, mostrando-nos de forma irónica, mordaz e, por vezes, bastante subtil, as suas características e peculiaridades.

 

Os diálogos do penúltimo capítulo são muito bons e toda a descrição do que se passa ao longo de um jantar transporta-nos automaticamente para aquele espaço, fazendo-nos sentir embaraçados e desconfortáveis ao longo de 26 páginas magnificamente conduzidas. Ainda é cedo para perceber o potencial do quinteto de Edward St. Aubin, mas a parte final deixou-me interessada o suficiente para ler, pelo menos, Más Novas.

 

Pontuação: 3

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Opinião | Macbeth

por Alexandra, em 19.12.16

macbeth (3).JPG

Título: Macbeth

Autor: William Shakespeare

Editora: Relógio D'Água

 

A primeira leitura da Maratona Literária Fusão foi Macbeth, de William Shakespeare, para a categoria: O ano está a acabar. Aquele livro que andas a dizer desde o ano passado que precisas de ler urgentemente.

 

Gostava de só classificar Macbeth após ter lido as principais tragédias de Shakespeare: O Rei Lear, Otelo, HamletRomeu e Julieta (releitura) e Ricardo III, no entanto, vou adiantar-me com quatro estrelas porque julgo que nenhuma destas obras será merecedora de menor classificação e porque acredito que pelo menos uma das tragédias me irá arrebatar mais do que Macbeth.

 

Macbeth peca, na minha opinião, por toda a acção ocorrer muito rapidamente, atirando-nos, num piscar de olhos, até ao final, demasiado breve. Contudo, não posso deixar de admirar a perícia de Shakespeare na construção de um magnífico conflito interior, na pessoa de Macbeth, inicialmente, íntegro, mas que se torna desmedidamente ambicioso devido a uma profecia que o arrasta até à loucura, impelido não só devido a esta, mas sobretudo pela influência de Lady Macbeth, numa sequência de actos violentos conduzidos pela ganância de ser Rei e pelo desespero de manter este título, não olhando a meios para atingir os fins.

 

Escrito entre 1605-06, permanece tremendamente actual, na medida em que a humanidade continua a viver numa sequência de actos desmedidos, ambiciosos e de uma ganância abissal que, na maioria das vezes, senão sempre, termina de forma trágica. Recomendo vivamente.

 

Pontuação: 4

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Maratona Literária Fusão | TBR

por Alexandra, em 25.11.16

Ainda falta algum tempo para o início da Maratona Literária Fusão (17 de Dezembro), organizada pela Cláudia e pela Daniela, mas fiquei cheia de vontade de escolher os livros que não resisti em partilhar já a minha TBR.

 

As categorias da maratona são:

 

Agora é que é: Um livro que já insistiram mais de cem vezes para leres. Para esta categoria vou escolher A Ninfa Inconstante de Guillermo Cabrera Infante, recomendação insistente do meu namorado nos últimos tempos, a par com Três Tristes Tigres.

aninfainconstante (1).JPG

Ignora a capa e lê o livro: Escolhe um livro com uma capa feia que dói. Demorei algum tempo até escolher um livro para esta categoria, porque geralmente só compro edições de que gosto muito, mas acabou por ter de ser Filho de Deus, de Cormar McCarthy, que, diga-se de passagem, não fui eu que comprei.

filhodedeus.JPG

O ano está a acabar. Aquele livro que andas a dizer desde o ano passado que precisas de ler urgentemente. Também não foi fácil de escolher porque só conseguia pensar em grandes clássicos da literatura que não acho que se enquadrem bem numa Maratona Literária, como Os Irmãos Karámazov ou Guerra e Paz. Sendo assim, a escolha recaiu em Macbeth de William Shakespeare.

macbeth (1).JPG

"O Natal é das crianças.": Um livro com uma criança/adolescente como protagonista. O livro que escolhi para esta categoria também já me foi recomendado várias vezes pelo senhor cá de casa, mas resolvi não fazer batota e juntar esta e a primeira categoria num só livro. Será Deixa lá, de Edward St Aubyn, o primeiro livro de um quinteto (nesta edição juntaram os dois primeiros livros do quinteto), onde o protagonista é Patrick Melrose, um rapaz de cinco anos, frágil e filosófico.

deixalá.JPG

Extra (só para quem concluir as outras quatro): escolhe três livros, pede a um participante da "Maratona Literária Fusão" para escolher a próxima leitura. Os três livros para escolha de um participante (também era engraçado se pudessem ser vários participantes a votar e depois lia o mais votado) são Teoria Geral do Esquecimento, de José Eduardo Agualusa, Ressurgir de Margaret Atwood, e Mar de Afonso Cruz.

extra.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



currently-reading


goodreads.com