Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor



currently-reading


goodreads.com



Março | TBR

por Alexandra, em 02.03.17
O mês de Março está intimamente associado ao universo feminino, existem muitas iniciativas e projectos interessantes e necessários, a prova disso são iniciativas como o Março Feminino, da Sandra, que aproveito para destacar. Para além do Dia Internacional da Mulher (8 de Março), neste mês celebra-se também o Dia Mundial da Poesia (21 de Março). Desta forma, penso que nada melhor do que um projecto literário para o mês de Março que associe mulheres e poesia: #lerpoetisas.
 
Inicialmente tinha pensado em ler apenas poetisas portuguesas, mas, entretanto, deparei-me com cinco livros em pdf de autoras brasileiras e decidi incluí-los também. Uma vez que a maior parte dos livros são pequeninos, julgo que será um mês produtivo. Deixo-vos a minha TBR "física" para o mês de Março, onde pretendo ler dois livros que transitam directamente da TBR de Fevereiro: O Segundo Sexo, de Simone de Beauvoir, e Manual para Mulheres de Limpeza, de Lucia Berlin, sendo que os restantes são apenas poesia no feminino.
 

março.jpg

Golgona Anghel (n. 1979), nasceu na Roménia, mas vive há vários anos em Portugal. É licenciada em Línguas e Literaturas Modernas (2003) e doutorada em Literatura Portuguesa Contemporânea (2009).

Vim porque me pagavam (2011)
Como uma flor de plástico na montra de um talho (2013)
 
Claúdia R. Sampaio (n. 1981), dedicou-se ao ballet, ao teatro, à pintura, ao cinema e à escrita de ficção para TV, sendo a poesia a sua forma preferida de comunicação
Ver no Escuro (2016)
 
Adília Lopes (n. 1960), poetisa, cronista e tradutora portuguesa.
Manhã (2015)
 
Maria Teresa Horta (n. 1937), escritora e jornalista conhecida como uma das mais destacadas feministas portuguesas, estreou-se no campo da poesia em 1960.
Anunciações (2016)
 
Margarida Ferra (n. 1977), trabalhou numa pizzaria, num jornal, numa galeria de arte contemporânea, em duas livrarias e foi responsável pela comunicação da Quetzal Editores e, mais tarde, do Grupo BertrandCírculo.
Curso Intensivo de Jardinagem (2010)
Sorte de Principiante (2013)
 
Ebooks:
 
Martha Medeiros (n. 1961), publicitária, jornalista, escritora e poeta brasileira. A sua obra compreende poesia, crónicas, romance e contos.
Poesia Reunida (1998)
 
Hilda Hilst (1930-2004), poetisa, ficcionista, cronista e dramaturga brasileira. É considerada como uma das mais importantes vozes da língua portuguesa do século XX.
Baladas (compilação de três livros de poesia, Presságio (1950), Balada de Alzira(1951) e Balada do festival (1955)
 
Adélia Prado (n. 1934), professora formada em Filosofia, poetisa e contista brasileira ligada ao Modernismo.
O Coração Disparado (1978)
 
Bruna Beber (n. 1984), poetisa e escritora brasileira que colaborou durante os anos 2000 com diversos sites e revistas impressas de literatura, poesia e música.
Rua da Padaria (2013)
 
Angélica Freitas (n. 1973), poetisa e tradutora brasileira, formada em jornalismo.
um útero é do tamanho de um punho (2012)​
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fevereiro | TBR

por Alexandra, em 01.02.17

Fevereiro será dedicado ao #leiamulheres, com a presença especial de Proust. Penso que nenhuma das senhoras se importaria.

tbr-fevereiro.jpg

Ensaios sobre Fotografia, de Susan Sontag Reúne um conjunto de textos onde Susan examina questões estéticas e morais associadas à presença e ao poder da imagem fotografada nas nossas vidas.

 

A Miúda da Banda, de Kim Gordon Membro fundador da icónica banda Sonic Youth, de que tanto gosto, Kim Gordon conta a sua história em pouco mais de 300 páginas, falando-nos sobre a sua vida, na condição de pioneira entre as mulheres do rock (vai ser um dois em um com o projecto #ouçamulheres), focada na música, no casamento, na maternidade e na independência.

 

Manual de mulheres de limpeza, Lucia Berlin Estive meses com este livro debaixo de olho, ansiosa para o ler. Veio, finalmente, parar-me às mãos no Natal passado. Reúne várias histórias de mulheres como Lucia, contadas de forma crua, umas vezes com humor, outras com melancolia, mas sempre de forma viva e extraordinariamente real.

 

O Segundo Sexo (volume 1), Simone de Beauvoir Este já habitava na minha estante há algum tempo e esteve sempre em fila de espera. É com muito alegria que finalmente lhe vou pegar e espero sinceramente aprender muito com esta obra essencial do feminismo e dos estudos de género.

 

Fevereiro é um mês pequeno e sei que, dificilmente, vou conseguir terminar estes 5 livros, mas estou muito entusiasmada. Vamos a isto!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Janeiro | TBR

por Alexandra, em 04.01.17

Para começar o ano a organizar melhor o meu tempo, planeando bem o que quero fazer, decidi escolher os livros que pretendo ler em Janeiro. Estou curiosa para ver como vai resultar porque, geralmente, acabo sempre por não ler o que tinha pensado inicialmente. Desta vez vou fazer um esforço extra para me manter focada no que aqui tenho, até porque são livros que quero mesmo ler, quase todos adquiridos no Natal (de mim para mim).

tbr-janeiro.jpg

Terra do Pecado, de José Saramago É a minha leitura actual e vou escrever um post com as primeiras impressões muito em breve. Está a ser uma experiência deveras interessante, são tantas as diferenças entre este primeiro romance e outros que já li do autor.

 

Do Lado de Swann (Vol. 1 de Em Busca do Tempo Perdido), de Marcel Proust É um dos meus projectos para 2017, ler os 7 volumes desta obra incontornável da literatura. Estou muito curiosa, embora com algum receio de ainda não ter maturidade suficiente para o ler. Alguém interessado em partilhar esta jornada? Já estou mentalizada para a fazer de forma solitária, mas com companhia seria, de certeza, mais interessante.

 

Caviar é uma ova, de Gregorio Duvivier Comprei na venda de Natal da Tinta-da-China, mas já queria lê-lo há muito. Tenho grandes expectativas para este livro, espero adorá-lo.

 

A vida no campo, de Joel Neto Precisava urgentemente de ler Joel Neto, não só pelas excelentes críticas que tenho lido em todo o lado, mas sobretudo porque sou açoriana e tenho a certeza que vai ser maravilhoso.

 

Harry Potter e a criança amaldiçoada, de J. K. Rowling Depois de ter visto Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los no cinema, não podia esperar muito mais tempo para mergulhar de novo neste mundo mágico maravilhoso.

 

As Delícias de Ella (Todos os Dias), de Ella Woodward Criar e manter novos hábitos alimentares pode ser uma tarefa árdua quando já não sabemos o que cozinhar ou quando começamos a ficar fartos de comer sempre as mesmas coisas. Este livro vai ser uma companhia excelente, não apenas em Janeiro, mas durante muito tempo, especialmente porque vou tentar passar 30 dias de Janeiro (comecei apenas no dia 2) sem comer carne.

 

Já leram algum destes livros? O que acharam?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Planos para 2017

por Alexandra, em 31.12.16

 

Há uma certa obrigação social em definir metas para o ano novo que está mesmo, mesmo à nossa porta, aliás, por esta altura, já falta pouco para ser 2017 no outro lado do mundo e eu ainda estou aqui meia indecisa nas minhas escolhas. Ora bem, para além da parte cultural, preciso dedicar-me seriamente à minha alimentação e, consequentemente, à minha saúde. Exercício físico já pratico com regularidade, mas no que toca à alimentação estou muito aquém do que é considerado saudável. Preciso dedicar-me seriamente a isto em 2017, procurar novas receitas, ir a mercados e supermercados ditos saudáveis, comprar mais produtos biológicos, comer mais alimentos de verdade e comer menos carne. O meu objectivo principal para o próximo ano é, sem dúvida, comer melhor.

 

Fazendo jus à expressão: mente sã em corpo são, a parte intelectual não pode ficar esquecida no ano que se avizinha, pelo que tenho de obrigar-me, forçosamente, a ser mais organizada. Planear os meus dias, as minhas semanas, os fins-de-semana e os meses. O que por vezes me parece uma chatice dos diabos (planear), irá, decerto, fazer-me poupar tempo precioso que pode ser dedicado a actividades maravilhosas como ler, ver filmes e séries. Preciso de passar menos tempo nas redes sociais e gerir melhor o meu tempo durante a semana e, sobretudo, ao fim-de-semana. É frequente sentir-me muito deprimida com a velocidade com que as horas passam e com a minha incapacidade para torná-las produtivas. Qualquer coisa que esteja a fazer parece que está a roubar tempo a outra mais importante e torna-se complicado desfrutar daquilo que estou a fazer se estou constantemente a lamentar-me. Mais do que ler mais e melhor, ver mais filmes e séries, preciso de me focar no que quero realmente fazer e aproveitar cada momento para fazê-lo, chega de prevaricar! Planear e cumprir são as palavras de ordem para 2017.

 

agenda.PNG

 

Por fim, resta-me desejar que ao longo de 2017 possa sempre partilhar convosco algo de útil, através do Gira-Livros. Quero muito continuar por cá e dedicar-me ao blog. Que 2017 seja maravilhoso para todos os que chegaram até ao fim deste post e todas essas coisas clichés que se costumam desejar e para as quais não tenho o mínimo talento.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



currently-reading


goodreads.com