Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor



currently-reading


goodreads.com



Opinião | Nadar na Piscina dos Pequenos

por Alexandra, em 07.06.17

4D45D8EF-69C4-44C1-B6A7-E66F61DF1826.jpg 

Título: Nadar na Piscina dos Pequenos

Autor: Golgona Anghel

Editora: Assírio & Alvim

 

Nadar na Piscina dos Pequenos ainda não tinha sido anunciado e eu já andava por aqui a pedinchar um novo livro de poesia de Golgona Anghel. Estava muito ansiosa por lê-lo e com as expectativas muito elevadas o que, neste caso, correu bastante bem. Golgona não desilude nem um pouco, pelo contrário, fez-me gostar ainda mais da sua escrita. Por muito que queira escrever sobre este livro, as palavras custam a sair, é preciso ler e sentir o que está escrito no papel e que, muitas vezes, fica gravado no nosso coração e na nossa mente. Resta-me aguardar pelo próximo.

 

Hoje vieram buscar-me cedo.

É a tal história, tiram-me do sono,

passam-me para a maca e

ninguém quer saber das minhas vontades.

Nem fui fazer chichi, nem me fizeram o buço.

Estou com o bordado da fronha estampado nas fuças

e, com este péssimo aspecto,

fazem-me desfilar pelos corredores cheios de gente

que acorda de madrugada

e se põe bonita para vir aqui tirar fotografias

a rins e pulmões.

Fora a vadiagem que só entra para aquecer os pés,

estou eu, feita bicho, amarrada a uma etiqueta,

como os cavalos da feira.

Por isso, puxo com os dois braços

uma fralda que encontro por perto

e enxugo o meu rosto pejado de medo,

porque tudo isto é mesmo uma merda,

mas depois melhora um pouco

quando me enchem de morfina

e me devolvem, à saída, o telemóvel.

 

 *

 

Sempre me pareceu um pouco cobarde

chamar sonho à morte,

dizer negros em vez de pretos,

tia em vez de sogra,

idosos em vez de velhos,

pessoas com rendimento mínimo

em vez de esfomeados, pobres, nós.

 

Deveria ser completamente proibido

ler amor onde está escrito Roma,

comer com o garfo quando se deve usar palitos.

Os dicionários têm razão.

Precisamos de mais definição.

Não muda nada adocicar a água dos afogados.

As metáforas podem até impressionar

mas não são nada práticas.

 

Olhem aqui a nossa senhora da verdade, o senhor director,

só figuras, só estilo:

todos trajados de fatinho,

e depois nadam na piscina dos pequenos.

 

Pontuação: 5/5

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Imagem de perfil

De Carolina Paiva a 07.06.2017 às 09:31

Gostei muito deste poema dela :) a ver se a coloco também na minha estante em breve :)
Imagem de perfil

De Alexandra a 07.06.2017 às 10:14

A Golgona vale muito a pena mesmo :)
Imagem de perfil

De Cláudia Oliveira a 07.06.2017 às 10:03

Vais meter a malta a ler poesia. :)
Imagem de perfil

De Alexandra a 07.06.2017 às 10:15

Ahhh, adorava que isso acontecesse :D
Imagem de perfil

De Sandra a 07.06.2017 às 12:47

Muita gente na Feira a perguntar pelos livros dela :)
Fiquei com muita vontade de a ler depois deste poema que partilhaste.
Imagem de perfil

De Alexandra a 07.06.2017 às 13:41

Uau, fico super contente por andarem a perguntar pelos livros dela :D

Tens de ler :)

Comentar post




Mais sobre mim

foto do autor



currently-reading


goodreads.com