Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mais sobre mim

foto do autor



currently-reading


goodreads.com



Opinião | A Letra Encarnada

por Alexandra, em 12.12.16

aletraencarnada2.jpg

Título: A Letra Encarnada

Autor: Nathaniel Hawthorne

Editora: Assírio & Alvim

 

A Letra Encarnada foi uma excelente surpresa de final de ano. Não é um livro fácil, é necessária alguma persistência e paciência para reler algumas partes, de modo a que seja possível extrair um sentido para o que Hawthorne nos pretende transmitir através de um magnífico retrato da sociedade americana do século XVII, tendo este sido publicado em 1850.

 

Hawthorne é mestre na construção dos personagens e na forma como revela a dimensão humana neles contida. Apesar de ter como tema central o Adultério e tudo o que lhe estava associado naquela época, este livro representa muito mais do que isso. É um livro sobre a vergonha, a culpa e a vingança e, por fim, sobre o alívio que a confissão nos traz. É fascinante a forma como Hawthorne nos descreve os sentimentos dos personagens, o seu sofrimento, angústia e libertação, que, apesar de tão distantes no contexto em que estão incluídos nesta obra, continuam a ser actuais e estarão para sempre inerentes ao ser humano.

 Onde quer que haja um coração e uma inteligência, as doenças do corpo ressentem-se das particularidades deles.

 

A Letra Encarnada contém um esplêndido elogio à mulher, representada por Esther, condenada a usar a letra A ao peito que, mais do que um pedaço de tecido pregado à sua roupa, era algo que lhe estava gravado na pele, uma marca que a distinguia da restante sociedade, que a excluía, mas que, nem por isso, fez com que Esther fosse uma mulher fraca e se vergasse perante a sociedade. Esther é de facto uma heroína da literatura e, por essa razão, este livro merece ser lido por todos.

 

Pontuação: 4

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Mais sobre mim

foto do autor



currently-reading


goodreads.com