Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mais sobre mim

foto do autor



currently-reading


goodreads.com



Cinema| Fences

por Alexandra, em 22.02.17

fences.jpg

A primeira metade de Fences é um pouco "morna", a história é um tanto ou quanto banal, a acção é muito reduzida, quase nula, e senti pouca empatia com Troy (Denzel Washington) e com Rose (Viola Davis). Já começava a sentir que seria penoso ver este filme até ao final, perguntando-me sobre o que poderia acontecer (de interessante) na segunda metade.

 

Depois de uma revelação que não se pode considerar totalmente inesperada tendo em conta as pistas lançadas ao longo da primeira parte, Fences melhora consideravelmente graças à magnífica interpretação de Viola Davis (que merece, sem dúvida, o Óscar de melhor actriz secundária), que se torna, no meu entender, a alma de Fences. O filme torna-se de tal modo intenso que nos agarra por completo: queremos e precisamos de saber como vai terminar esta história. A segunda parte compensa sobretudo porque explora muito bem sentimentos como a frustração decorrente de um sonho perdido, a resignação face àquilo que é a nossa vida, a abdicação de determinados sonhos e vontades devido a esta resignação, e, finalmente, a rectidão de carácter, fazer o que está correcto independentemente de quão magoada e despedaçada a pessoa possa estar por dentro.

 

Pontuação: 7/10

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Mais sobre mim

foto do autor



currently-reading


goodreads.com