Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mais sobre mim

foto do autor



currently-reading


goodreads.com



Netflix | Gilmore Girls

por Alexandra, em 06.12.16

gilmoregirls.jpg

Estou a aproveitar um mês grátis de Netflix para decidir se vale a pena a subscrição e decidi começar pela série Gilmore Girls. Não, não estou a rever a série, estou mesmo a vê-la desde o início. Já tinha ouvido falar imensas vezes e estava na minha shortlist de séries para ver em breve há já algum tempo, mas acabou por nunca ser uma das escolhidas. Toda a excitação em torno do seu regresso em A Year in the Life contribuiu para que esta fosse a eleita na minha estreia no mundo da (do?) Netflix. The Crown, Narcos e The Ranch seguem-se. Mais alguma recomendação?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Estou a ler: A Letra Encarnada

por Alexandra, em 05.12.16

aletraencarnada (1).jpg

 

A Letra Encarnada é a obra principal de Nathaniel Hawthorne e está incluída no projecto 1001 livros para ler antes de morrer. Esta edição em particular foi traduzida por Fernando Pessoa, o que torna esta leitura duplamente interessante.

 

Adorei o prefácio, que fala mais de Pessoa e dos motivos que poderão ter estado na origem desta sua tradução, do que da obra em si, mas foi um suplício ler a introdução de Hawthorne a este livro. Li-a na ânsia de poder chegar à obra propriamente dita, mal suportando o aborrecimento que estava a produzir em mim (ainda não percebi se é realmente aborrecida ou se eu é que não estava com a disposição indicada para a ler). Felizmente cheguei ao seu final e, na página 81, pude finalmente começar a ler esta aclamada obra.

 

Após as dúvidas iniciais, sustentadas essencialmente pela interminável introdução, posso agora afirmar que estou a desfrutar bastante da sua leitura. É muito especial a forma como Hawthorne descreve a situação em que se encontra Hester Prynne, condenada, devido a adultério, a ter de usar a letra A, feita de tecido encarnado, pregada à sua roupa, sobre o peito, e tudo o que se segue a esta condenação e exposição em praça pública, sendo depois libertada com a sua filha, Pearl, nascida da relação adúltera que Hester teve com um homem, até ao momento desconhecido. Estou ansiosa por saber o que se segue e como vai desenvolver-se esta relação de mãe e filha.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Filmin | É na Terra Não é na Lua

por Alexandra, em 03.12.16

énaterra.JPG 

Demorei algum tempo a terminar de ver o filme É na Terra Não é na Lua, de cerca de três horas, sobre a ilha do Corvo. Como açoriana, era um documentário que me interessava ver há algum tempo, pelo que estar disponível no Filmin foi perfeito para finalmente poder concretizar este meu desejo.

 

Fiquei agradavelmente surpreendida e foi emocionante reconhecer traços comuns entre a população açoriana, as expressões, as crenças, as preocupações, mas que naquela pequena ilha se multiplicam em larga escala porque há dificuldades geográficas, tecnológicas e meteorológicas que, conjugando-se, ou não, tornam a vida naquele lugar mais difícil do que o que era suposto nos nossos dias. Apesar disso, não deixam de ser pessoas optimistas, de prosseguir com as suas vidas e com os seus trabalhos mais típicos do campo, que a maior parte da população portuguesa das grandes cidades já não conhece, nem chegará a conhecer. Nesse sentido, parece-me ser um documentário deveras importante de assistir, porque em alguns vai recordar memórias já perdidas mas que se reavivam facilmente e nos deixam os olhos brilhantes de nostalgia, e noutros vão mostrar algo que provavelmente nem sonham que se passa naquele pedaço de terra distante. É importante que se tenha noção das dificuldades que a insularidade pode trazer, em particular, àquela população de menos de 500 pessoas que vivem numa ilha de 6,5km de comprimento por 4km de largura, em pleno Oceano Atlântico.

 

Foram momentos mais que perfeitos (vi o documentário ao longo de vários dias), onde me foram mostrados tranquila e demoradamente a vegetação, o mar, umas vezes escrespado, outras estanhado, a ventania, os nevoeiros e chuvas que parecem intermináveis, as gentes e os seus ofícios, pensamentos e recordações. Os animais, a vila, o Caldeirão.

 

Recomendo imenso, mas têm de ir preparados para a sua demora. Passada a primeira hora, se tanto, vão perceber quão essencial é. Parabéns ao Gonçalo Tocha e à restante equipa por este magnífico trabalho.

énaterra2.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Passatempo | Gira-Livros

por Alexandra, em 01.12.16

passatempo.JPG

Decidi fazer um passatempo especial de Natal para comemorar um mês do blog Gira-Livros. Podem ganhar:

 

Um exemplar dos livros:
"Escrever depois de Auschwitz" de Günter Grass
"A Terceira Condição" de Amos Oz 
"O Templo Dourado" de Yukio Mishima

CD triplo de David Bowie e marcadores de livros.

 

Até dia 16 de Dezembro, aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 2/2




Mais sobre mim

foto do autor



currently-reading


goodreads.com